14 de janeiro de 2010

Noite surreal

Por onde é que eu hei-de começar?
Então vamos lá... como eu já aqui contei depois de ter mudado de número pela segunda vez o fuínha voltou ao seu hábito de me vir rondar a porta do emprego à minha hora de saída dia sim dia não.
Ontem, como nos outros dias eu saio, meto os olhos no chão e passo por ele em passo de corrida sem lhe responder a nada.
Ontem em vez de ir para a paragem subi rua acima e lá continuei direitinha à casa da Marta.
Ao principio ainda achei que ele vinha atrás de mim mas passados 10 minutos já me achava paranóica decidi não pensar mais no assunto.
Jantar 5 estrelas, como habitual. Muita risada, muita galhofa... nem sei como é que nós arranjamos tanta codrelhice para falar nestes jantares.
Por volta das 10 a Marta lá nos convenceu finalmente (eu e a Isabel somos cu de cadeira.. entramos em casa, sentamos o cu e já não levanta mais) a irmos conhecer o bar do amigo dela.
Lá fomos (apanhámos um frio do caraças... e o nosso cu de cadeira deu logo sinal) e ficámos finalmente a conhecer o Wasabi.
Sentámo-nos e continuamos na palheta. Entretanto o amigo da Marta passou por lá para lhe dar um beijinho e oferecer-nos um chá. Fui logo apresentada como "olha, esta aqui é a que tem o gajo-carraça". Sim, que eu agora tenho etiqueta.... Juliana, a perseguida.
Continuamos a botar paleio quando eu olho para a porta e iam-me caindo os peitos na lama.
Sim... lá estava o fuínha. Vem direito à nossa mesa e eu fico a olhar para ele feita parva. Quando pergunta se se pode sentar viro-me logo para as meninas e peço-lhes para nos irmos embora... mas a Marta que tem estofo duro de aturar aqueles putos todos o dia inteiro disse logo que não iamos a lado nenhum e que ele não se podia sentar.
Nesta altura já estava a Isabel em pé a perguntar se ele não tinha mais que fazer e se não tinha vergonha na cara.
Antes que ele começasse a desbaratinar com a Isabel levanto-me eu e peço-lhe para ele se ir embora e não começar a fazer uma cena ali no meio, que eu estava com as minhas amigas, que ele tinha parar de andar atrás de mim... essas coisas que eu já lhe disse dezenas de vezes.
Agora vem a parte surreal...
Estou eu a meio do meu discurso quando me passam os braços pelos ombros. Olho para trás e está o amigo da Marta, com o ar mais descontraído do mundo a olhar para o fuinha. E ainda lhe sai com a maior naturalidade um "mas há problema, amor?".
Eu ali, muda e calada, a Isabel vermelha a rebentar de riso e a Marta alinha logo com um "claro que há problema, este tipo não desanda".
E eu, que já nem sabia onde me havia de meter e só queria um buraquinho para me enfiar, ali, a olhar para cima à espera de quando é que o amigo da Marta se desmanchava.
Qual quê! Continuou, impávido e sereno enquanto dizia que "aquilo não podia continuar assim" e que o fuinha tinha de ir à sua vidinha porque eu também já tinha avançado com a minha.
E pronto, larga-me com um "eu já venho, amor", pega no João pelo braço como se fossem amigos e lhe estivesse a dar um conselho e encaminha-o para a saída.
Ainda lá esteve uns 10 minutos e eu só pedia aos santinhos para não haverem sarilhos... mas nisso a Marta tinha razão... a haverem sarilhos eram pequenos e resolviam-se depressa que o João era para aí de metade do tamanho do Rodrigo...
Pronto, lá voltou o moço, como se nada se tivesse passado e ainda veio perguntar se nós estávamos bem e dizer-me para eu estar descansada que tinha tido uma conversa com o estropício e que ele parecia ter compreendido que não podia andar assim atrás de mim.
E a Marta só se ria.... ria, ria que nem uma perdida....


6 comentários:

gata disse...

liiindo!

espero que o fuinha aprenda. ele não tem vida própria, pois não?

beijokas a todas

Taralhoca disse...

Há cenas que saem muito melhor que a encomenda. Que, aliás, nem sequer havia sido feita!
:)

ameixa seca disse...

Bravo!!! Oxalá o fuínha perceba o que se pretende que ele faça e desapareça de vez. É que há gajos que são mesmo daaaaaah :)

Anónimo disse...

LOL
e não... não me estou a rir do post.

C.

apenas1escape disse...

Bem! Que cena tão má... a serio... cuidado! Não é normal. Hoje estás a rir, amanhã podes levar um susto! Que cena! Quantos anos têm o rapaz!? Sinceramente...

Jokas! Mais vale prevenir que remediar... Ameaça fazer queixa na Policia, se ele não perceber faz mesmo!

Voador disse...

Ahhhhhh!!!!!
Esse rodrigo é cá dos meus!!!

Era isso que ele estava a precisar. Faço ideia, deve ter abandonado o local com o rabinho entre as pernas. Há "homens" que são mesmo uma vergonha para todos os outros!